Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Velhas Virgens anuncia seu Carnavelhas 2012

Jornal iTEIA

16.02.2012 - 18h27

Velhas Virgens anuncia seu Carnavelhas 2012

Músicas inéditas, homenagens a Mussum e a diva Carmem Miranda são os elementos deste divertido Carnaval roqueiro

Tatiana Pugliesi

ampliar Koba

As Velhas Virgens estão esquentando os tamborins para o Carnavelhas 2012. Mantendo uma tradição criada há mais de uma década, a banda retoma o show especialmente criado para o mês de Carnaval com marchinhas turbinadas e colocando roqueiros que gostam da farra de “momo” pra dançar.

O show sempre temático, desta vez faz homenagem à personalidades da música e do cinema que fazem do humor uma marca registrada do seu trabalho. Mussum, Seu Madruga, personagens cômicos da TV como Catifunda e Ronald Golias, além de humoristas lendários da época das românticas chanchadas, incluindo Dercy Gonçalves, Oscarito, Zé Trindade, Grande Otelo, Costinha, Ankito, além de Mazzaropi.

E principalmente, relembra a grande embaixadora da música brasileira no exterior, Carmen Miranda, pelo figurino e cenário, além de versões renovadas de canções históricas da “pequena notável”.

O Carnavelhas 2012 traz quatro canções inéditas de autoria da banda, releituras de uma marchinha gravada por Mussum nos anos 70 e de "E o mundo não se acabou”, composta por Assis Valente em 1938 e gravada por Carmem Miranda. Oportunamente versada com graça sobre a iminência do fim do mundo naquela época, tema retomado neste ano, que para muitos não passará da fatídica data de 21/12/2012.

O Carnaval das Velhas Virgens é embriagado, despretensioso, desbocado e despudorado como eram os bailes do século passado. E só não se diverte quem não quer! (ou não bebeu?). Quem conhece a banda já sabe: do início de janeiro até a última mulata sair “carregada” da avenida, tem VV tocando suas marchinhas “esculhambadas”, revigorando a tradição dos velhos bailes de salão tão característicos do Carnaval.

Quem viver verá e dançará neste casamento original, bastante incomum e bem sucedido entre rock e Carnaval, fomentado pelas Velhas Virgens, que contabiliza mais de 25 anos de carreira pautada no humor e diversão.

Velhas Virgens são
Paulo Carvalho, “Paulão” no vocal e gaita
Alexandre “Cavalo” Dias na guitarra e ukulele
Tuca Paiva no baixo
Roy Carlini na guitarra
Simon Brow na bateria
Juliana Kosso no vocal e meia lua
Participação especial Carnavelhas: Marcelo Adrio na percussão e pandeiro

Por onde passa o Carnavelhas 2012:
02/02 - Florianópolis / SC
03/02 - Jaraguá do Sul / SC
04/02 - Xanxerê / SC
11/02 - São José dos Campos / SP
17/02 - São José do Rio Preto / SP
18/02 - Ribeirão Preto / SP
19/02 - Altinópolis / SP
20/02 - São Paulo / SP
21/02 - Campinas / SP

+ Sobre o Carnavelhas
A não ser por uma incursão do Ultraje a Rigor (“Marylou”, 1986), nunca uma banda de rock brasileira havia se preocupado em criar um repertório carnavalesco exclusivo, misturando a linguagem das marchas ao rock. Foi exatamente isso que as Velhas Virgens fizeram há 10 anos. Juntou canções autorais com batidas de marcha e guitarras pesadas e lançou o CD‐Rom “Réveillon 2001”, com nove marchas de duplo sentido (ou sem sentido nenhum) que serviram perfeitamente aos roqueiros, adeptos desta festa, brincar o Carnaval sem ter que ouvir as eventuais trilhas repletas de axé e samba enredo.

Desde então, a banda passou a realizar todos os anos shows especiais ás vésperas e durante o Carnaval com seu repertório “brejeiro‐roqueiro”. Assim surgiu o Carnavelhas, sempre um grande sucesso entre os fãs e sedentos de rocks descarados, criados exclusivamente para rasgar a fantasia. Estes shows incorporaram‐se as tradicionais turnês do grupo. Em 2004, a banda decidiu formalizar a invasão na praia carnavalesca lançando o primeiro disco oficial do Carnavelhas. Um CD com 17 marchinhas falando de bebedeira e diversão, estimulando a todos festejarem o Carnaval, inclusive roqueiros (afinal, tem cerveja, tem mulher e tem farra).

Em 2010 lançaram o segundo volume do Carnavelhas, de marchinhas turbinadas a rock, desta vez um disco temático em homenagem à cidade de São Paulo, lar da banda. Uma inspiração descarada na obra do melhor tradutor da megalópole, o sambista Adoniran Barbosa. São 15 canções com citações a espaços, bares, logradouros
e personalidades da cidade. Ambientam crônicas do dia a dia paulistano e descrevem situações utilizando a
“paulicéia desvairada” como pano de fundo. O disco teve participações especiais dos paulistanos: Roger Moreira (Ultraje a Rigor), Nasi (ex‐Ira) e Paulo Miklos (Titãs). Além de Wandi Doratiotto (Premê) e Laert Sarrumor (Língua de Trapo), ícones da geração “Lira Paulistana”. Isso sem mencionar o próprio Adoniran Barbosa, cuja voz foi “sampleada” e também está no CD.

Publicado por: Cais Cultura em 16.02.2012 às 18h06
Tags: velhas virgens carnavelhas 2012 mussum carmen mira
Canais: Música, Rock

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo