Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Galinha Pulando vai expor e vender livros na Balada Literária da Bahia 2017

Jornal iTEIA

31.10.2017 - 11h12

Galinha Pulando vai expor e vender livros na Balada Literária da Bahia 2017

Ascom: Galinha Pulando

ampliar Imagem: divulgação
Nova produção literária de Valdeck Almeida de Jesus

Livros de Sandro Sussuarana, Sarau da Onça, Rita Pinheiro e Valdeck Almeida de Jesus estarão disponíveis à venda

A Editora Galinha Pulando vai estar na Parada Literária da Bahia 2017, com uma mesa de livros, das 14 às 20:30hs, exceto no nos dias 04 e 05.11.2017 (sábado e domingo). A escritora Rita Pinheiro e o poeta Valdeck Almeida de Jesus estarão no local. A Balada acontece entre 03 e 05.11.2017 no Espaço Cultural Barroquinha e Teatro Gregório de Matos, Praça Castro Alves, Salvador-BA.

De acordo com notícia oficial, a Balada Literária conta "com curadoria dos escritores Marcelino Freire e Nelson Maca, o evento homenageia o poeta piauiense Torquato Neto e o cantor e compositor Luiz Melodia, que chegaram a compor juntos em suas trajetórias inquietantes. Inspirada nestes dois artistas fundamentais, a programação começa com uma edição especial do Sarau Bem Black, na sexta (03), que será embalada pelas canções de Melodia". Veja informações completas clicando em Balada Literária da Bahia.

Durante o evento a Galinha Pulando vai comercializar os seguintes títulos, dentre outros:


- Trilhos de minha trilha (Valdeck Almeida de Jesus) - livro de poemas cujo conceito foi realizado por Davi Nunes, traz prefácio de Geilson dos Reis, e é composto de textos diversos, da produção recente do poeta.

- Memorial do Inferno (Valdeck Almeida de Jesus) – livro que conta a história da Família Almeida, natural de Jequié-BA, que passou fome por mais de 25 anos e que conseguiu se estabelecer, contra todas as apostas;

- Gayroto de Programa: 5000 mil tons de sexo (Valdeck Almeida) – relato da vida nada romântica de um homossexual nascido na pequena Upabuçu, cidade da região de Lagedo do Tabocal, no Vale do Jequiriçá, emociona pela crueza e beleza da luta de um gay interiorano que tenta, a seu modo, ser aceito e conquistar um amor;

- O diferencial da favela: poesias e contos de quebrada - livro do
Sarau da Onça, resultado do edital de literatura 2016 da Fundação Cultural do Estado da Bahia - Funceb e Secult-BA; O livro tem 104 páginas e foi editado pela Galinha Pulando, parceira do Sarau da Onça. Foram selecionados poemas e contos de cinquenta autores (lista abaixo), cujos textos vencedores fazem parte do livro com tiragem de 5000 exemplares, sem custo para os participantes, que vão receber cinco exemplares cada um, a título de direitos autorais, no dia do lançamento. A antologia tem imagem de capa e contracapa da fotógrafa Lissandra Pedreira, assessora do Sarau da Onça. Dayse Sacramento, professora do IFBA, fez o prefácio e Alaíde Santana assina a orelha da coletânea.

- Versos sob(re) mim - livro de Sandro Sussuarana; A obra, que reúne poesias e contos, trata desde questões sociais, passando pelo empoderamento negro e erotismo. “Escrevo porque preciso colocar no papel o que estou sentindo e acredito que em algum lugar alguém possa estar precisando ler aquilo que escrevo”, destacou o autor.

- Os poemas que eu não gostaria de escrever e nem você de ler (Rita Pinheiro) – a professora Rita Pinheiro faz poemas que cortam, dilaceram, sangram. A obra é forte, dura, incisiva, luta contra todo tipo de injustiça, principalmente contra a violência contra a mulher. Emocionante e pleno de afetividade, este livro marca um lugar na história da poesia da Bahia.

- A Poesia Cria Asas (Grupo Recital Ágape) – formado por dez poetas e poetisas de Sussuarana, o livro encanta pela beleza estética, pela pujança dos textos, que trazem denúncias sociais, de violências institucionalizas, e aponta soluções, através do trabalho coletivo e da batalha contra o racismo;

- Ruta 66: Amores e Dolores de un Poeta (Valdeck Almeida, ilustrações de Danaia dos Santos) – publicado inicialmente em espanhol, traduzido pela venezuelana Gladys Mendía e revisado pelo colombiano Julio Bustos, “Ruta 66” relata uma viagem simbólica de um poeta através do tempo, seus amores e desamores. Nascido no Parlamento de Escritores da Colômbia, o livro tem conexões com o Caruru dos Sete Poetas, realizado por João Vanderley de Morais Filho e seu pensamento de levar a poesia aos sete cantos do mundo.

- Vinte poemas de amor e uma crônica desesperada (Valdeck Almeida, ilustrações de Zezé Olukemi) – com título já utilizado por Pablo Neruda e pelo baiano José Carlos Capinam, a obra do jornalista jequieense Valdeck Almeida simboliza um amor idealizado através de cartas entre Bahia e Minas Gerais, que nunca se concretizou, e que renasceu entre os dois estados outra vez, agora morando na mesma cidade do Salvador, revivido pela internet e por telefone, que ainda não se tornou real e, talvez, nunca venha a se tornar.

A Galinha Pulando é a mais nova editora da Bahia, que publica essencialmente livros de escritores da periferia, com recursos dos próprios autores ou através de crowdfounding. Sem financiamentos outros, a pequena empresa vai conquistando seu espaço e já teve sucessos como lançar os livros de poetas do Calabar, Sarau da Onça e Grupo Ágape no Salão do Livro e da Imprensa de Genebra (Suíça), por três anos consecutivos, através do Varal do Brasil; na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no Parlamento Internacional de Escritores da Colômbia, bem como em festas literárias de Jequié, feiras do livro de Feira de Santana e outras paragens.


Contatos: Valdeck Almeida de Jesus

Fone 71 99345 5255
E-mail poeta.baiano@gmail.com

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo